Hoje trago para nossa explanação dois tipos de gorduras do nosso organismo: a gordura branca e gordura marrom. A gordura branca em excesso leva mais à obesidade ou sobrepeso, além de doenças cardiovasculares. A pessoa que possui mais a gordura marrom tende ao emagrecimento. Mas, independentemente do tipo de gordura, a melhor estratégia para redução e controle de peso é a reeducação alimentar e a prática rotineira de exercício físico. Portanto, a gordura marrom não deve ser vista como um elemento milagroso no organismo para o emagrecimento, por si só. 

A chamada gordura branca é aquela que se acumula no corpo e leva à inflamação. É a gordura que também é chamada de gordura visceral. Ela é referência quando comemos muito e mantemos um estilo vida sedentário ou quase sem nenhum exercício. A gordura branca pode ser desenvolvida por todo o organismo, que envolve ou se infiltra por quase toda a região subcutânea, atingindo órgãos e vísceras da cavidade abdominal e diversas regiões do músculo. Ela condiz com excesso de alimentos, sendo assim prejudicial ao sistema cardiovascular. 

A gordura marrom produz calor no organismo. Esse tipo de gordura ameniza impactos no corpo, trabalha pela funcionalidade dos músculos. Assim, contribui para queima de calorias objetivando o emagrecimento. É uma gordura que está muito mais presente em recém nascidos e filhotes de mamíferos que vivem no frio ou que hibernam, justamente por conta da produção de calor. Como sabemos, nós humanos, não hibernamos e também não convivemos com frio extenso, portanto, temos menos gordura marrom no tecido adiposo, sendo mais comum na coluna, ombros, nuca e vasos sanguíneos e ela diminui ao longo da nossa vida. Estudos dizem que a pessoa quem tem mais deste tipo de gordura tem maior facilidade de emagrecimento. A gordura marrom já nasce com a criança. O frio ajuda no desenvolvimento e manutenção da gordura marrom, pois, mantêm o calor do corpo, ajudando na proteção contra o frio.  

Segundo estudos:

-Obesos têm menos gordura marrom que os magros;

-Idosos têm menos gordura marrom que os jovens;

-Pessoas com excesso de açúcar no sangue têm menos gordura marrom no corpo.

O consumo de alguns nutrientes, como o ômega 3, pode aumentar a gordura marrom no organismo e ajuda na redução da gordura branca e no triglicerídeos. Além disso, o consumo de frutas com casca auxilia na redução da gordura branca.

Seja a sua melhor versão

×

Olá!

Selecione uma de nossas representantes ou envie um email para contato@rafaelcoelho.med.br

× Marque sua consulta